A primeira muçulmana coroada Miss Estados Unidos se converteu ao catolicismo

Rima Fakih foi coroada em 2010 e abraçou oficialmente a fé católica neste ano

A primeira muçulmana coroada Miss Estados Unidos se converteu ao catolicismo 09.05.16

Getty Images

A edição 2010 do concurso de beleza Miss Estados Unidos teve pela primeira vez na história uma vencedora cuja religião era o islamismo.

Rima Fakih, no entanto, compartilhou no Twitter, recentemente, um versículo da carta de São Paulo aos Filipenses. A jovem, que assumiu oficialmente a sua conversão ao cristianismo no mês passado, se prepara para se casar no Líbano com Wassim Salibi, um produtor musical cristão. O casamento está marcado para a semana que vem.

Ao receber o título de Miss EUA, Rima tinha declarado: “Eu gostaria de dizer que sou primeiramente americana; eu sou árabe-americana, sou libanesa-americana e sou muçulmana americana”.

De acordo com o site de notícias Albawaba, ela tinha se interessado mais profundamente pelas suas raízes muçulmanas somente ao entrar na faculdade: “Quando eu fui para a Universidade de Michigan, o meu pai quis que eu aprendesse mais sobre o islã. Eu não sabia muito sobre o Ramadã e sobre as outras datas e ele queria que eu aproveitasse a oportunidade para aprender”.

O jornal Christian Today acrescenta que Rima era de família xiita, mas frequentou uma escola católica.

Em entrevista ao Huffington Post em 2010, a miss comentou: “Nós somos mais uma família espiritual do que religiosa. A religião realmente não define a mim nem a minha família. A minha família é muito liberal e nós respeitamos todas as diferentes religiões. Meu cunhado é cristão. Ele e a minha irmã batizaram os seus dois filhos. Além disso, eu tenho também um tio que se converteu ao cristianismo e que agora é padre”.

Rima Fakih prosseguiu: “Nós vamos à igreja na Páscoa, sempre montamos a árvore de Natal e todos os anos vamos ao espetáculo de Natal da Radio City e assistimos ao ‘Miracle’ na Rua 34. Mas também celebramos algumas datas islâmicas”.

O versículo de Filipenses que Rima tuitou foi o 13 do capítulo 4:

“Tudo posso naquele que me fortalece”

Quanto ao cristianismo do futuro marido, agora abraçado também pela primeira Miss Estados Unidos de origem muçulmana, trata-se da fé maronita, que reconhece a autoridade do papa e mantém a plena comunhão com a Santa Sé, sendo, portanto, um dos ramos orientais da fé católica.

Aleteia / Greg Kandra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: