Retirada de cruz por aplicação errada de uma lei causa reações na Espanha

Retirada de cruz por aplicação errada de uma lei causa reações na Espanha 19.05.16

Cruz na praça da igreja de São Martín, em Callosa de Segura (Alicante). Foto: Plataforma Cidadã em Defesa da Cruz.

No último mês de março, o governo local formado pelo PSOE, IU, Podemos aprovou a retirada da Cruz situada na praça da igreja de São Martín em Callosa de Segura, na cidade de Alicante (Espanha). Segundo afirmaram, tratava-se do cumprimento da Lei de Memória Histórica. Milhares de pessoas reagiram por meio de uma petição em que mostram seu rechaço por tal decisão do governo e pedem que o símbolo religioso não seja retirado.

A Plataforma Cidadã em Defesa da Cruz fez uma petição no Change.org contra a decisão do governo da localidade de Callosa de Segura, pois, conforme considera, “a liberdade religiosa e de consciência é um dos pilares das sociedades democráticas reconhecidas expressamente na legislação nacional e internacional”.

Por isso, esta plataforma cidadã insiste em que “a presença da Cruz neste espaço comum não atenta contra ninguém, pois não obriga nada, mas mostra a presença de Cristo crucificado como sinal que une as pessoas, promove os princípios de igualdade, liberdade e tolerância, porque para Cristo todos os homens são irmãos e, portanto, iguais”.

Ante a aplicação errada da Lei de Memória Histórica, os cidadãos sublinham o valor da presença da cruz na Praça da Igreja “como parte da nossa identidade histórica, cultural e espiritual cotidiana”, uma presença que “foi e é majoritária e popularmente aceita em toda a cidade”.

Além disso, desta maneira a plataforma mostra sua surpresa e preocupação ante “a imposição de iniciativas minoritárias que pretendem a exclusão ou rechaço da Cruz, do religioso e dos seus sinais da vida pública”.

Para assinar a petição, acesse:https://www.change.org/p/ayuntamiento-de-callosa-de-segura-no-a-la-eliminaci%C3%B3n-retirada-de-la-cruz?recruiter=18136358&utm_source=share_for_starters&ut

Lei de Memória Histórica

Trata-se de uma lei aprovada em 2007, através da qual estabelecem medidas em favor de quem sofreu perseguição ou violência durante os anos da Guerra Civil Espanhola (1936-1939) e a ditadura de Francisco Franco, posterior a esta luta. É uma lei controversa, pois favorece uma ideologia e não a reconciliação dos espanhóis.

A norma obriga a retirada de monumentos, símbolos ou nomes de lugares públicos estabelecidos depois da Guerra Civil Espanhola e relacionados com esta.

Apesar de os monumentos relacionados com a Igreja católica permaneceram fora desta lei, em sua aplicação real não foi respeitado.

ACI Digital / Blanca Ruiz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: