Com que disposições devemos comungar?

Com que disposições devemos comungar 27.06.16

São necessárias disposições interiores (as mais importantes) e exteriores, sinais do respeito devido a este Sacramento.

Disposições interiores:

Estar em estado de graça, isto é, com a consciência de não se ter nenhum pecado mortal na alma. Se alguém sabe que está em pecado mortal deve, antes de aproximar-se da Sagrada Comunhão, receber a absolvição no Sacramento de Reconciliação. É importante e oportuno confessar-se, de quando em quando (em média, pelo menos uma vez por mês, e na pior das hipóteses ao menos uma vez por ano), mesmo quando se tem apenas pecados veniais, para eliminar o véu de névoa de pó, de claro-escuro que o pecado venial traz consigo, atenuando desse modo a esplêndida beleza e a maravilhosa riqueza da nossa relação filial com Deus.

Disposições exteriores:

Espírito de recolhimento e de oração, para ajudar a participação interior durante a Santa Missa, especialmente em certos momentos (tempos de silêncio, oração pessoal depois da Comunhão);

Modo digno e comunitário ao aclamar ou pronunciar em coro as partes comuns da Santa Missa;

Atitude do corpo (gesto e vestuário dignos e decorosos, tom de voz adequado, todo o nosso comportamento) como sinal de respeito e de fé para com Cristo que se recebe na Santa Comunhão;

Observância do jejum prévio de ao menos uma hora.

Retirado do livro: A Eucaristia, Pão da vida Eterna, Raffaello Martinelli

Felipe Aquino

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: