“Não somos perigosos, estamos em perigo”: Papa encontra 65 crianças refugiadas

AFP5585371_ArticoloUm urso de pelúcia cheio de curativos recoberto com palavras que descrevem aquilo que as guerras e a pobreza tiram das crianças: família, alegria, escola e casa, brincadeiras e deslumbre, dignidade e amor.

Este foi o presente que 65 crianças refugiadas – eritreias, egípcias e sírias – deram ao Papa Francisco na manhã da quarta-feira, (03/08). Elas são assistidas pela Cooperativa Social Auxilium, de Castelnuevo di Porto, Bari, e no novo centro em Rocca di Papa, ambos italianos.

O Pontífice – noticia o L’Osservatore Romano – acolheu-as na Sala Paulo VI, durante a primeira Audiência Geral após a pausa de julho.

Integração

Os pequenos estavam acompanhados por suas mães e por agentes da cooperativa, junto com seu fundador, Angelo Chiorazzo.

“A nossa casa é onde habita a paz”, escreveram em uma faixa as crianças, que entregaram ao Papa desenhos e cartas onde contam suas histórias.

Elas também vestiam uma camiseta com a frase “Não somos perigosos, estamos em perigo”, expressão inspirada nas palavras do Pontífice.

As crianças também deram ao Papa uma enorme bandeira branca com a África, a Itália e o Vaticano unidos por muitos pés coloridos, “para recordar os passos feitos para buscar uma vida melhor”.

Rádio Vaticano

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: