Uma homenagem ao seu padre!

Ah, como é bom ser padre!

padTer o privilégio de abençoar o pão e o vinho, transubstancio-os na carne e no sangue do Redentor, sendo naquele momento o próprio Cristo em pessoa!

Possuir a alegria de ungir e abençoar os irmãos enfermos com o óleo da cura e do perdão, tornando-se um alívio e uma esperança aos que sofrem com a doença!

Carregar consigo a autoridade de Jesus para conceder o perdão aos pecadores arrependidos, transformando o seu coração na própria Porta Santa que acolhe a todos, sem exceção.

Levar em suas mãos ungidas a bênção do Pai de Misericórdia, abraçando principalmente os mais abandonados e revigorando a vida das comunidades pelas quais ele passa.

Ah, como é bom ser sacerdote!

Ele busca sempre se assemelhar ao Cristo Jesus, de coração manso e humilde, levando a Boa-Nova a todos os povos.

Ele não desiste diante das tempestades, pois sabe que o Bondoso Mestre vai segurá-lo pelas mãos, não permitindo que se afogue no mar das dificuldades.

Ele é o missionário da paz e da concórdia, pois quer sempre estabelecer a união na sua comunidade e na sua Igreja.

Ele é o servo incansável, que não mede esforços para atender as necessidades do Povo de Deus, doando a sua vida em favor de muitos!

Ah, como é bom ser presbítero!

Ainda que se doe e se imole pelo Evangelho, experimenta a ingratidão de muitos que o espreitam para derrubá-lo; sofre com o poder das línguas afiadas que o difamam e o criticam!

Mesmo possuindo limitações e não sendo um ser celestial, luta por uma Igreja de Comunhão e Participação, aquela sonhada por Jesus.

Não obstante seus pecados e misérias, é encantado e apaixonado pela vida consagrada inteiramente ao Pai.

Apesar de seus erros para com Deus e para com o povo, aquele que é sábio e verdadeiramente fiel à sua vocação e à sua Igreja sempre pede perdão e tenta mudar de vida!

Então, ser um homem do clero é gozar da alegria de poder servir em nome de Jesus. É assumir todas as dores que aparecerem durante a sua Via Sacra particular. É aspirar à concretização de uma Igreja mais fiel àquela pensada por Jesus Cristo. É sentir o poder da misericórdia que restaura o pecador. É realizar-se plenamente em uma das vocações mais sublimes presenteadas por Deus.

A todos os padres, homens de fé e de garra, muita luz e força para responder a cada dia o chamado particular que o Deus de Misericórdia nos faz! Feliz dia do padre! E que São João Maria Vianney inspire-nos com seus exemplos de sacerdote exímio!

Padre José Luís Queimado – C. S.s. R./ A12

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: