Cultive a amizade

“A amizade é como os títulos honoríficos: quanto mais velha mais preciosa.” Goethe (1749-1832)

amizadeNão preciso falar aqui da importância de se cultivar as boas amizades para ser feliz. O povo diz com sabedoria que “mais vale um amigo do que dinheiro o bolso”; é verdade. O dinheiro não resolve tudo, mas um bom amigo pode resolver mesmo aquilo que  o dinheiro não resolve. A Bíblia diz que quem conquistou um amigo, adquiriu um tesouro.

Milan Kundera, escritor tcheco, escreveu em  seu livro “A Identidade”, que “a amizade é indispensável para o bom funcionamento da memória e para a integridade do próprio eu.

Chama os amigos de testemunhas do passado e diz que eles são nosso espelho, que através deles podemos nos olhar.”

Diz que “toda amizade é uma aliança contra adversidade, aliança sem a qual o ser humano ficaria desarmado contra seus inimigos. Os amigos recentes custam a perceber essa aliança, não valorizam ainda o que está sendo contraído. São amizades não testadas pelo tempo, não se sabe se enfrentarão com solidez as tempestades ou se serão varridos numa chuva de verão.”

Há uma fábula antiga que mostra a importância da amizade concreta: é a da pomba e da formiga. A pomba percebeu que a amiga formiga caiu em um rio e se debatia para não morrer afogada; muito depressa a pomba tomou um pequeno galho no bico e colocou na água ao lado da formiga, e assim esta se salvou.

Passados os dias, um caçador apontava a sua espingarda para a mesma pomba, que dormindo no galho de uma árvore não percebeu o perigo que corria. Eis que a formiga viu; e antes que o caçador atirasse na pomba, jogou-se sobre ele e deu-lhe uma ferroada; o caçador errou o tiro e assim a pomba se salvou.

A verdadeira amizade nos socorre quando menos esperamos.

Podemos esquecer aquele com quem rimos muito, mas nunca nos esqueceremos daquele com quem choramos. O laço da tristeza é mais forte que o laço da alegria. Os corações que as tristezas unem permanecem unidos para sempre.

Na prosperidade os verdadeiros amigos esperam ser chamados; na adversidade, apresentam-se espontaneamente. A fortuna faz amigos. A desgraça prova se eles existem de fato.

É preciso saber fazer e cultivar amizades; isto depende de cada um de nós; antes de tudo do nosso desprendimento e fidelidade ao outro. Uma coisa é certa: aquele que não tem necessidade de ninguém, têm muitos amigos.

A grandeza de um homem é medida pela sua capacidade de comunhão. Quem busca um amigo sem defeito, fica sem amigo.

Muito cuidado para não perder o amigo por uma futilidade; dizem que no jogo se perde o amigo e se ganha o inimigo. Mas pode haver outras ocasiões onde isto aconteça. A experiência da vida mostra que é mais fácil perdoar a um inimigo do que a um amigo. Um grande amor pode se transformar em grande ódio quando decepcionado.

“Mais vale um prato de legumes com amizade, que um boi cevado com ódio”, diz o Livro dos Provérbios.

eja amigo daquele que pode te ensinar muitas coisas, mesmo que ele tenha que lhe dizer verdades amargas. Uma amizade só é valiosa quando um faz o outro crescer. Amigo de verdade é aquele que sabe tudo a teu respeito e gosta de você assim mesmo. É aquele que o aceita como é, e não se cansa dos seus defeitos.

Existe uma crise de moradia muito mais grave que a falta de casas; é a escassez de homens interiormente disponíveis para acolher seus irmãos, para ser amigo de verdade.

Para conquistar um amigo, é preciso criar um “deserto” dentro de si, aceitando que o outro venha ocupá-lo. Acolher o amigo é, em primeiro lugar ouvir. Alguns morrem sem nunca ter encontrado alguém que lhes tenha prestado a homenagem de calar-se totalmente para ouvi-los. São poucos os que sabem ouvir, porque poucos estão vazios de si mesmos, e o seu eu faz muito barulho. Se você souber ouvir, muitos virão lhe fazer confidências.

Muitos se queixam da falta de amigos, mas poucos se preocupam em realizar em si as qualidades próprias para conquistar amigos e conservá-los.

Se você quiser ser agradável às pessoas, fale-lhes daquilo que lhes interessa e não daquilo que interessa a você.

É só na época da seca que conhecemos as boas fontes, e na adversidade, os bons amigos. Meu amigo é aquele que me socorre, não o que tem pena de mim.

A amizade é alimentada pelo diálogo; que é uma troca de idéias em busca da verdade; muito diferente da discussão que é uma luta entre dois, onde cada um defende a sua opinião. A verdadeira amizade não pode ser alimentada pela discussão; somente pelo diálogo.

Ao invés de demonstrar exaustivamente que o amigo está errado, ajude-o a descobrir a verdade por si mesmo; é muito mais nobre e pedagógico.

Se você quiser agir sobre o seu amigo, de verdade, para que ele mude, comece por amá-lo sinceramente, desinteressadamente.

O outro tem a tendência a ser aquilo que você pensa e diz que ele é; portanto não faça críticas duras, mas use de complacência com o amigo; destaque mais as suas qualidades que os seus defeitos, pois nenhum de nós gosta de  ser caracterizado  por seus defeitos.

O maior esforço da amizade não deve ser apenas mostrar nossos próprios defeitos a um amigo, mas fazer com que ele veja os dele, sem causar-lhe mágoa. O maior bem que podemos fazer-lhes não é oferecer-lhes nossa riqueza, mas levá-los a descobrir a deles.

O elogio sincero tem um poder mágico. Se quiser que o outro progrida, felicite-o sinceramente. Revelar os dons do outro é fazê-lo se descobrir e crescer.

A amizade também exige que se corrija o amigo que erra; mas devemos censurar os amigos na intimidade; e elogia-os em público. Nada é tão nocivo a uma amizade como a critica ao amigo na frente de outras pessoas; isso humilha  e destrói a confiança.

Nunca desista de ajudar o amigo a vencer uma batalha; não há nem haverá ninguém que tenha caído tão baixo que esteja fora do alcance do amor infinito de Deus e do nosso socorro.

Infelizmente a inveja ataca muitas amizades e às vezes até as faz morrer. O amigo verdadeiro não disputa o sucesso com o amigo; ao contrário, se alegra com o maior sucesso do outro. Amigo  não é só aquele que sabe se debruçar com piedade sobre o nosso sofrimento, mas aquele que sabe olhar sem inveja a nossa felicidade e o nosso sucesso. Muitos “amigos” ficam desesperados diante do maior sucesso alcançado pelo outro.

Poucas são as pessoas dotadas de bastante caráter para se alegrarem com os sucessos de um amigo sem uma sombra de inveja. Infelizmente algumas pessoas regozijam-se interiormente das deficiências de seus melhores amigos.

Não hesite em se sujar para tirar um amigo da lama. E saiba que a amizade, cuja fonte é Deus, não se esgota nunca.

Uma amizade só é verdadeira e duradoura se é baseada na fidelidade. O pior que seus inimigos o dizem na cara nunca será tão desagradável quanto o que seus melhores amigos dizem de você pelas costas. Cuidado, porque para te magoar, são necessários um inimigo e um amigo: um inimigo para te caluniar e um “amigo” para te transmitir a calúnia.

Prof. Felipe Aquino

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: