Como conseguir a indulgência plenária pelo Ano da Misericórdia? Restam poucos dias… aproveite!

porta-santa

No próximo dia 20 de novembro o Papa Francisco encerrará o Ano Santo da Misericórdia ao fechar a Porta Santa na Basílica de São Pedro. O mesmo foi feito nas igrejas particulares ao redor do mundo no último dia 13 , quando deram por terminado este tempo especial de graça que levou também consigo a referência da Indulgência, que ainda é possível ganhar… mas restam poucos dias para fazê-lo.

Só é necessário seguir alguns passos, que compartilhamos a seguir:

1 – Peregrinar à Catedral ou a um Santuário Jubilar e entrar pela Porta Santa da Misericórdia;
2 – Acudir ao Sacramento da Confissão com o firme propósito de não pecar mais, nem sequer venialmente. Se recomenda confessar-se alguns dias antes da peregrinação ao templo jubilar. Também é possível receber o sacramento na Catedral ou Santuário escolhido para ganhar o jubileu.
3 – Participar da Celebração Eucarística na igreja jubilar e receber a Comunhão.
4 – Rezar o Credo.
5 – Oferecer a peregrinação, e a Santa Missa pela pessoa e intenções do Santo Padre.
6 – Realizar uma obra de misericórdia.

“O perdão de Deus não conhece limites”: Papa Francisco

O próprio Papa Francisco ao convocar o Jubileu Extraordinário da Misericórdia na Bula “Misericordiae Vultus”, recordou que o tempo jubilar leva consigo o sinal da Indulgência assinalando: “No Ano Santo da Misericórdia ela adquire uma relevância particular. O perdão de Deus por nossos pecados não conhece limites. Na morte e ressurreição de Jesus Cristo, Deus faz evidente este amor que é capaz inclusive de destruir o pecado dos homens. Deixar-se reconciliar com Deus é possível por meio do mistério pascal e da mediação da Igreja. Assim então, Deus está sempre disponível ao perdão e nunca se cansa de oferecê-lo de maneira sempre nova e inesperada”.

O Papa também afirmou que “viver então a indulgência no Ano Santo significa aproximar-se da misericórdia do Pai com a certeza que seu perdão se estende sobre toda a vida do crente”, já que a Indulgência “é experimentar a santidade da Igreja que oferece a todos os benefícios da redenção de Cristo, para que o perdão seja estendido até as extremas consequências a qual chega o amor de Deus”.

Neste sentido Francisco exortou a viver “intensamente o Jubileu pedindo ao Pai o perdão dos pecados e a dispensa de sua indulgência misericordiosa”.

    Aleteia

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: