Europa: Cáritas rejeita «barreiras» aos migrantes

Organização católica lança publicação sobre desafios e boas práticas no acolhimento e integração destas populações

refA confederação europeia da Cáritas lançou hoje uma publicação sobre as “barreiras” à imigração no continente e a necessidade de acolher e integrar estas populações.

O texto intitula-se ‘Bem-vindos. Os migrantes tornam a Europa mais forte”, sublinhando as dificuldades que milhões de pessoas enfrentam para se tornarem membros plenos das sociedades em que vivem.

A ‘Caritas Europa’ identifica, em particular, três “barreiras” que atrasam e, nalguns casos, impossibilitam a integração dos migrantes, no campo “cultural”, “estrutural” e “socioeconómico”.

Em causa estão as “limitações” no acesso a serviços básicos, a recursos económicos e à participação na vida da comunidade.

“Aqui parece que os documentos, papéis, são mais importantes do qua as pessoas. Sem eles, não sou um ser humano”, refere Oumar, senegalês de 32 anos entrevistado pela organização católica.

A Cáritas apresenta propostas de boas práticas para “superar” as barreiras à integração dos imigrantes.

O secretário-geral da ‘Caritas Europa’, Jorge Nuño Mayer, sustenta que a organização católica deve ajudar enfrentar a “multidão de obstáculos” que se encontram no terreno, junto dos decisores políticos, promovendo um ambiente que promova a “participação inclusiva dos imigrantes”.

Agência Ecclesia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: