Clame pelo Sangue de Jesus

Aqueles que clamam pelo Sangue de Jesus têm a vitória sobre si

Em Êxodo, Deus deu ordens claras para a salvação de Seu povo. Ele mandou sinais e castigos, conhecidos como “pragas do Egito”. Apesar de tudo isso, o coração do Faraó não “amoleceu”. Por fim, o Senhor disse que teria de exterminar todos os primogênitos do Egito, mas não queria que nenhum dos filhos de Seu povo fosse exterminado. Por isso, mandou que se imolassem um cordeiro, a fim de que o sangue dele fosse passado na porta das casas daquele povo.

““O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, que tomareis das ovelhas ou das cabras. E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde. E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem. E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães ázimos; com ervas amargosas a comerão. E aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre vós praga de mortandade, quando eu ferir a terra do Egito.” (Êxodo 12,5-8-13).

O verbo “imolar” significa “matar”. Foi assim que o Senhor mandou fazer. Ele queria que o povo escolhesse um cordeiro sem mancha, sem nenhum defeito, para ser imolado e todo seu sangue derramado.

Hoje, nosso Cordeiro é Jesus, e o Sangue d’Ele foi todo derramado por nós. Precisamos passar o Sangue de Jesus em nossas portas, casas e, principalmente, em nosso coração, para que o anjo exterminador não entre. Foi assim que aconteceu na leitura: o exterminador passou pelas casas que haviam sido marcadas pelo sangue do cordeiro, mas não atingiu aqueles que nelas moravam, pois obedeceram ao Senhor.

Neste tempo de misericórdia, Deus está dando a graça de uma segunda conversão àqueles que já Lhe pertenceram, mas que, por mil razões, acabaram deixando sua fé esfriar. O mais importante é marcarmos a nossa porta com o Sangue do Cordeiro. Jesus quer derramar sobre nós o Seu Sangue, e nós precisamos saber do poder que isso tem. O demônio tem medo do Sangue de Jesus, por isso se afasta de nós, assim como o anjo exterminador.

Precisamos ser marcados por esse Sangue. É um direito nosso! O inimigo não pode tocar em nossa saúde e nos trazer doenças. Ele não tem o direito de tocar em nosso casamento nem em nossos filhos. Se ele tem feito isso, é porque nós temos sido bobos. O inimigo é como um cachorro. Se você deixá-lo fazer o que quiser, ele entrará em sua casa, subirá no colo das pessoas e no sofá.

Buscamos favores com o demônio quando vamos a adivinhos e benzedeiras, quando aceitamos convites para ir a centros espíritas ou buscamos casamentos e empregos com pessoas que “leem a sorte” nos búzios. Em muitos lugares, chama-se o demônio de “cão”, porque ele é, realmente, como um cão quando nós não usamos de autoridade com ele.

Uma vez batizados, Jesus já derramou sobre nós o Seu Sangue. Somos uma nova criatura. Jesus já nos libertou das garras do demônio, da escravidão. Mas nós, muitas vezes, não usamos os nossos direitos e deixamos o inimigo fazer um estrago em nosso casamento. A princípio, muitos acham normal o marido “perder a cabeça” e trair a esposa, mas ele foi pecador, foi infiel. E quem esteve no meio de tudo isso foi o inimigo. No entanto, ele não tem o direito de pôr a mão no nosso casamento. É verdade ou não que damos muita “entrada” para ele?

Se você passou anos no relaxamento, deixando o “cachorro” entrar e fazer o que quisesse na sua vida, pode, agora, mandá-lo embora. Você pode e precisa assumir o Sangue de Jesus sobre você, sobre a sua vida e seu casamento!

A Palavra de Deus diz que se um dos cônjuges for santo, acabará santificando o outro. Peça a misericórdia do Senhor e assuma a autoridade d’Ele no seu casamento, na sua casa. O Senhor quer libertar você do inimigo, Ele quer lhe dar a graça da confissão, da simplicidade no seu casamento. Se você se arrependeu dos erros que cometeu, faça um ato de contrição e peça perdão do fundo do seu coração.

Em nome de Jesus, que os espíritos imundos não tenham mais nenhuma autoridade sobre a vida dos casados nem retornem mais à casa deles, porque Jesus é o Senhor na Terra e no inferno!

Homens e mulheres, por amor a Deus e por amor a sua família, sejam “faxineiros”, façam uma limpeza na sua vida. Se vocês erraram, arrependam-se! Não admitam sujeira no leito conjugal.
Reze:

“Eu renuncio a satanás, às coisas que o diabo acabou me ensinando. Eu me arrependo das coisas que fiz e Lhe peço perdão, Senhor. Eu aceito o Sangue de Jesus na minha vida e na minha casa. Amém.”

Canção Nova / por Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: