Blog Comunidade Mãe Imaculada

O mundo anseia por coisas grandes, enfatiza Bento XVI

reprod/internet

“Grande é a messe, mas poucos são os operários. Rogai ao Senhor da messe que mande mais operários para a sua messe!”(Lc 10,2). Sob essa passagem bíblica, o Papa Bento XVI destacou, na Missa deste sábado, 5, o particular momento da história da humanidade, no qual os homens ao mesmo tempo que viram as cosas para Deus, anseiam por justiça, amor, paz, e também desejam que a pobreza e o sofrimento sejam superados, encontrando assim a felicidade.

“Todo esse anseio é presente no mundo de hoje, o anseio por aquilo que é grande, por aquilo que é bom. É a nostalgia do Redentor, de Deus mesmo, também ali onde Ele é negado”, ressaltou o Papa durante esta Missa de ordenação episcopal de cinco sacerdotes: o salesiano Savio Hon Tai-Fai, como Secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos, Dom Marcello Bartolucci, Secretário da Congregação para as Causas dos Santos, Dom Celso Morga, Secretário da Congregação para o Clero, Dom Antonio Guido Filipazzi e Dom Edgar Peña Parra, núncios apostólicos.

E justamente neste momento histórico, Bento XVI salienta que se percebe que “são poucos os operários”. Mas ele lembra que esta não é uma questão de gestão, uma capacidade organizativa. Os operários  só podem ser mandados por Deus. “Mas Ele os quer mandar por meio da porta da nossa oração. Nós podemos cooperar para a vinda dos operadores, mas podemos fazer somente cooperando com Deus”, explica.

Assim, trabalhar na messe de Deus significa levar aos homens a luz da verdade, libertá-los da pobreza de verdade, que é a real tristeza e real pobreza do homem, levando a eles a boa nova que não é somente uma palavra, mas um evento. “Deus, Ele mesmo, veio a nós. Ele nos pega pela mão, nos atrai para o alto, para si mesmo, e assim o coração partido é curado”, diz o Pontífice.  

O Santo Padre salienta que a missão dos bispos, sacerdotes de Jesus Cristo, é ser operários na messa da história do mundo com a tarefa de curar, abrindo as portas para o culto a Deus, até que a vontade de Deus seja feita sobre a terra como no céu.
 
Unidade, comunhão e oração

Bento XVI recordou que o tema da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, sugerido pelas comunidades cristãs de Jerusalém, foi um trecho dos Atos dos Apóstolos, no qual Lucas quer ilustrar de modo normativo quais são os elementos fundamentais da existência cristã na comunhão da Igreja de Jesus Cristo, no qual ele se expressa dizendo que “perseveraram eles nas doutrina dos apóstolos, nas reuniões em comum, na fração do pão e nas orações” (At 2,42).

O Papa explica que perseverar no ensinamento dos Apóstolos significa que a fé tem um conteúdo concreto. “Não é uma espiritualidade indeterminada, uma sensação indefinível para a transcendência. Deus agiu e Ele mesmo falou. Certamente, a fé é, em primeiro lugar, um confiar-se em Deus, um relacionamento vivo com Ele. Mas o Deus o qual nos confiamos tem um rosto e nos deu a sua Palavra. Podemos contar com a estabilidade da sua Palavra.  É a base segura sob a qual podemos construir a nossa fé e a nossa vida”, enfatizou Bento XVI.

Sobre o mistério da comunhão, o Santo Padre ressalta para que os cristãos vivam a comunhão com o coração, dia após dia, e que este seja o centro mais profundo daquele momento sagrado, no qual Deus mesmo se doa na Eucaristia. “A santa Eucaristia é o centro da Igreja e deve ser o centro do nosso ser cristão e da nossa vida sacerdotal. O Ressuscitado entra no meu íntimo e quer nos transformar e nos fazer entrar numa profunda comunhão com Ele. Assim me abro a todos os outros; nós, os muitos, somos um só pão e um só corpo”, disse o Papa recordando as palavras de são Paulo (cfr 1Cor 10,17).

Desta forma, Bento XVI enfatiza a dedicação na celebração da Eucaristia, que ela seja feita com um fervor sempre mais profundo, e que os cristãos deixem, assim, serem  moldados por ela.

“A oração, por um lado, deve ser muito pessoal, um unir-me no mais profundo a Deus. Deve ser minha luta com Ele, a minha busca por Ele, o meu agradecimento a Ele e a minha alegria nEle”, elucida o Papa. Mas, no entanto, Bento XVI enfatiza que esta não é nunca algo privado no próprio ‘eu’ individual. “Orar é essencialmente também um orar sempre em ‘nós’, filhos de Deus. Somente este ‘nós’ somos filhos do nosso Pai, como o Senhor nos ensinou a rezar. Somente este ‘nós’ nos abre ao Pai”, elucida.

De uma parte, ele lembra que a oração deve se tornar sempre pessoal, buscando tocar e penetrar sempre mais profundamente o núcleo do nosso ‘eu’. Ele explica que neste nutrimento da comunhão entre os orantes, da unidade do Corpo de Cristo, realmente os cristãos  começam a dar forma ao amor de Deus.

Canção Nova

CRISTÃOS DEVEM DEFENDER A FÉ E ATUAR NAS UNIVERSIDADES

No encontro

A Universidade molda a cultura de um povo, pois é dela que saem os profissionais que ajudam a formar o rosto da sociedade. Por isso o apresentador do programa Escola da Fé da TV Canção Nova e escritor, professor Felipe Aquino, defende que os cristãos não apenas podem, mas devem marcar presença nos bancos universitários.

“É muito importante que essas pessoas sejam formadas também pela óptica cristã. Se nós não evangelizarmos a universidade os profissionais saem dela adversos a Igreja, alguns até anti-cristãos, combatendo a Igreja”, enfatiza o professor.

A falta de conhecimento ou uma leitura equivocada da história faz com que muitos jovens tomem uma posição hostil perante a Igreja. Segundo o professor Aquino, muitos professores, especialmente nas áreas das ciências humanas, mostram muitas vezes os erros dos filhos da Igreja como a Inquisição, o caso de Joana d’Arc, de Galileu Galilei, as Cruzadas, fora de um contexto histórico, analisando o passado com a mentalidade do presente, o que é um erro histórico crasso, onde se comete uma injustiça muito grande.

Além disso, muitos professores universitários esquecem de mencionar as maravilhas que a Igreja fez e os grande cientistas da Igreja e os grandes homens que salvaram o ocidente como São Leão Magno e como São Gregório Magino.

“Ai a importância dos cristãos atuarem nas universidades de modo a mostrar o que de fato é a Igreja: A instituição que mais fez caridade na história do ocidente, que fundou as universidade e que salvou a civilização ocidental depois que o Império Romano desabou nas mãos dos bárbaros”, explica Aquino.

A Igreja fundou as grande universidades do mundo como Bolonha na Itália, Oxford e Cambridgena Inglaterra, Sorbonia na França, La Sapienza na Itália, entre outras. Mas infelizmente, salienta o professor, as universidades foram dominadas por muito acadêmicos que são contra a Igreja e o racionalismo, o iluminismo, o positivismo penetraram no meio acadêmico, e a cultura marxista do século XVII e XIX tomou conta das universidade. “Uma cultura materialista e ateísta que não se coaduna com a fé católica de forma alguma, transformando as universidades em ambientes anti-católicos”, ressalta.

O que o professor Felipe Aquino propõe não é uma guerra santa, mas mostrar o lado importante da Igreja na história do mundo. Ele lembra que exitem boas universidades católicas, mas muitas só permanecem católicas no nome. Mas para avivar o cristianismo no meio acadêmico o professor destaca o grande contributo da atuação do movimento Universidades Renovadas e de encontros como aquele que a Canção Nova promove neste fim semana.

Este é o terceiro ano consecutivo que a Canção Nova sedia um Aprofundamento para Universitários. O tema do encontro deste ano é “A quem você quer servir?”. Além do professor Felipe Aquino, outra presença confirmada no Aprofundamento é a do vigário judicial da Arquidiocese de Cuiabá (MT) e apresentador do programa Oitavo Dia da TV CN, padre Paulo Ricardo.

O objetivo desse evento é auxiliar esse público a entender que entre fé e razão não há nenhuma barreira, mas uma harmonia natural.

Aquino ressalta que que fé e razão vieram de Deus, pois Ele criou as leis da natureza e deu a fé aos homens, dessa forma um aspecto complementa o outro. “Durante 40 anos fui professor universitário, fiz mestrado, doutorado, pós doutorado, na Unesp, USP e ITA, e nunca senti uma oposição entre a fé e a razão, muito pelo contrário, uma fazia crescer a outra”, testemunha o professor.

Professor Felipe Aquino (Canção Nova)

Louvor das Ilhas para os internautas

 

reprod/internet
Olá internautas
 
O Louvor das Ilhas 2011, evento de evangelização para jovem do Projeto Dom Bosco, já está sendo divulgado na internet por meio de podcast (arquivos de áudio disponívens para download).

 

Confira o programa especial da primeira semana de fevereiro.

Vamos em frente com a Mãe Imaculada!

Louvor das Ilhas 2011

Para baixar, clique nos links

Bloco I

http://migre.me/3RJRz

Bloco II

http://migre.me/3RJTm

Bloco III 

http://migre.me/3RJU1

Apagão foi provocado por problema em subestação do Sertão

Em uma coletiva de imprensa convocada no final da manhã desta sexta-feira (4), o superintendente de operações da Companhia Hidrelétrica de São Francisco (Chesf), João Henrique Franklin, informou que o apagão em oito estados do Nordeste ocorrido durante a madrugada foi provocado por um problema na subestação de energia de Luiz Gonzaga, que fica em Jatobá, município do Sertão de Pernambuco.

Ele explicou que houve um problema em uma das cartelas (placas de sistema de proteção), por volta das 23h21, que resultou no isolamento da subestação Luiz Gonzaga do sistema. Como todo o sistema elétrico brasileiro é interligado, a falha ocasionou o isolamento de todo o Nordeste das outras estações do País.

subestação Luiz Gonzaga, Jatobá (PE) - divulgação/ S.Silva/ Chesf

O que teria provocado o erro na cartela – , porém, ainda está sendo avaliado pela Companhia. Pela linha de transmissão de informações, a estação de Sobradinho, na Bahia, também foi afetada. Essas duas usinas são bastante representativas para o fornecimento de energia na Região, segundo a Chesf.

De acordo com João Henrique Franklin, essa foi uma ocorrência de grande porte, inédita no histórico da Chesf. Ele destacou, porém, a eficiência na resolução do problema. “Em uma hora, já tinham cargas normalizadas em Fortaleza e em menos de três horas e meia todo o Nordeste já estava recomposto”, disse o superintendente.

 A última cidade a ter a energia restaurada foi Natal, no Rio Grande do Norte, quando a última carga foi recomposta.

 No momento do problema, a Chesf recebia 3.200 megawats, sendo 2.400 da Região Norte e 800 do Sul e Sudeste. Essa carga corresponde a 40% da carga de toda a região naquele momento. Como a companhia perdeu essa demanda, o sistema que alimentava se sobrecarregou e desligou, automaticamente. “A causa está sendo apurada, ainda é desconhecida”, afirmou o presidente da Chesf, Dilton da Conti.

 JC Online

MEC divulga segunda chamada do SiSu

O Ministério da Educação (MEC) divulgou na manhã desta sexta-feira, 4, o resultado da segunda chamada do Sistema de Seleção Unificada 2011 (SiSu). O resultado pode ser verificado através do boletim de desempenho divulgado no site do sistema (Clique aqui para acessar ). É necessário informar o número de inscrição e senha do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Os aprovados devem confirmar a matrícula nas instituições que foram selecionados nos dias 8 e 9 de fevereiro. Quem não realizar o procedimento, perde o direito a vaga. O MEC vai divulgar uma terceira chamada no dia 13 de fevereiro, sendo que a matrícula acontece entre 15 e 16 de fevereiro.

O SiSu oferece vagas para os estudantes ingressarem nas universidades públicas e instituições federais. Na Bahia, são disponibilizadas vagas na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Instituto Federal da Bahia (IFBA).

A TARDE On Line

Comissão para a Doutrina da Fé se reúne para aprimorar novo subsídio

 

Comissão para a Doutrina da Fé. Foto: CNBB

A Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé realiza, entre os dias 7 a 9 de fevereiro, a reunião anual com o Grupo Interdisciplinar de Peritos. Neste ano, o encontro acontece nas dependências do Santuário Estadual Nossa Senhora da Piedade, próximo a cidade de Belo Horizonte (MG). 

O objetivo do encontro é aprimorar o texto de um novo subsídio doutrinal que abordará questões que envolvem as verdades de fé, a reflexão teológica e o ensino.

“Compete à Comissão para a Doutrina da Fé prestar à Igreja esse serviço de favorecer a reflexão e o ensino da teologia, a fim de que isso propicie o aprofundamento e a firmeza na fé, sua melhor compreensão e vivência coerente”, disse o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé, padre Wilson Luís Angotti Filho.

Segundo padre Wilson, o novo subsídio vem sendo elaborado desde meados do ano passado e a intenção é publicá-lo por ocasião da 49ª Assembléia Geral do Episcopado, a realizar-se no mês de maio, na cidade de Aparecida (SP).

Além desse estudo, a reunião tem por objetivo refletir sobre o contexto eclesial e teológico, em especial no que diz respeito ao Brasil.

CNBB

Matrícula no ProUni termina hoje

Termina hoje (4) o prazo para os candidatos pré-selecionados a uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni) efetuarem a matrícula nas instituições de ensino.

Para fazer a matrícula, os estudantes precisam apresentar a documentação que comprove as informações prestadas durante as inscrições. Quase 117 mil foram selecionados para receber uma bolsa para o primeiro semestre de 2011.

As bolsas integrais são destinadas aos alunos com renda familiar mensal per capita (por membro da família) de até 1,5 salário mínimo. As parciais são para os candidatos cuja renda familiar mensal per capita não passe de três salários mínimos.

No dia 11 de fevereiro, será divulgada a lista dos pré-selecionados em segunda chamada, com prazo de comprovação de documentos até 17 de fevereiro.

Agência Brasil (com alterações)