Blog Comunidade Mãe Imaculada

Católicos de Salvador celebram a beatificação de João Paulo II

Mais de um milhão de fiéis acompanharam neste domingo, 1º, a cerimônia de beatificação do Papa João Paulo II, no Vaticano. Em Salvador, os soteropolitanos marcaram a passagem da data com uma missa na Catedral Basílica Primacial, no Pelourinho. A celebração foi presidida pelo padre Andrzej Blazkiewicz, mais conhecido como André da Paz, pois ministra a Paróquia Senhor da Paz, na Rótula do Abacaxi.

Polonês, assim como o agora Beato João Paulo II, o padre da Krakóvia está há 16 anos na Bahia e vê com emoção a homenagem ao conterrâneo. “O povo baiano tem um carinho muito especial por ele, que sempre olhou por aqueles que sofrem”, lembra Padre André.

O Beato João Paulo II esteve em Salvador 2 vezes, em 1980 e 1991. Inaugurou a igreja dos Alagados e visitou comunidades pastorais de Mata Escura e do Calabetão.  Para a representante da Paróquia São João Bosco,em Pau Miúdo, Maria Hélia Tavares, 57 anos, ele foi um grande exemplo. “Quando o papa esteve aqui ele abençoou os pobres e para nós é um grande orgulho saber que o Santinho de Deus pisou aqui”, celebra.

A missa foi animada pela cantora Adrielle Lopes, que foi chamada de São Paulo para o evento. A celebração se estendeu ao longo do domingo através de orações, atos públicos e exposições das lembranças de João Paulo. No encerramento da missa, os fiéis se emocionaram ao cantar a música “A Benção, João de Deus”, composta por Péricles de Barros  para receber João Paulo II pela primeira vez no país.

A Tarde

Anúncios

Mais de 1 milhão de pessoas participam da missa de beatificação de João Paulo II

Mais de um milhão de pessoas participaram domingo, dia 1º de maio, da beatificação de João Paulo II, uma das maiores da história da Igreja. O evento histórico não tem precedente, já que nos últimos mil anos nenhum papa proclamou seu antecessor como beato. A celebração ganhou destaque especial também por ser o Domingo da Divina Misericórdia, festa criada por João Paulo II, particularmente devoto e ligado à santa polonesa Faustina Kowalska, religiosa falecida em 1938 e canonizada pelo próprio João Paulo II em 30 de abril de 2000.

A data escolhida para a beatificação é a celebração litúrgica mais próxima da morte de João Paulo II, que faleceu na véspera da festa da Divina Misericórdia em 2005, celebrada anualmente no primeiro domingo depois da Páscoa.

Ao entrar na Praça de São Pedro, o papa Bento XVI foi acolhido pela multidão que o saudou em sua passagem com o papa-móvel. A cerimônia começou com o pedido formal de beatificação feito pelo cardeal Agostino Vallini, vigário-geral do papa para a diocese de Roma, que leu também a biografia de João Paulo II. Ao seu lado, estava o postulador da causa, monsenhor Sławomir Oder.

Em seguida, Bento XVI recitou fórmula de beatificação em latim, fazendo o anúncio da data da festa litúrgica em 22 de outubro, (dia da primeira missa de seu pontificado) e foi mostrada uma grande foto que retrata Karol Wojtyla, em1995. Apartir daquele momento, a Igreja católica ganhou um novo beato: o bem-aventurado João Paulo II.

“Hoje diante dos nossos olhos brilha, na plena luz de Cristo ressuscitado, a amada e venerada figura de João Paulo II. Hoje, o seu nome junta-se à série dos Santos e Beatos que ele mesmo proclamou durante os seus quase 27 anos de pontificado, lembrando com vigor a vocação universal à medida alta da vida cristã, à santidade”.

Um interminável aplauso, comoção, lágrimas nos olhos de fieis de todas as idades, cantos e abraços inundaram a Praça, que explodiu de alegria.

Irmã Tobiana, uma das mais próximas colaboradoras de João Paulo II, e Irmã Marie Simon Pierre, a religiosa francesa que recebeu a graça por sua intercessão e foi curada do mal de Parkinson, levaram as relíquias ao altar: uma pequena ampola contendo o sangue do beato João Paulo II.

“João Paulo II era reconhecidamente um líder mundial, um líder da Igreja que teve influência muito forte nos rumos que a Igreja tomou nas últimas décadas. Também o momento de sua longa enfermidade, a forma edificante e exemplar como ele enfrentou esta enfermidade: ele não se retraiu, continuou fazendo tudo aquilo que era possível, mesmo sofrendo visivelmente. Isto gerou no povo comoção, um sentimento de admiração pela forma como enfrentou a enfermidade e no momento decisivo de sua morte. Ele era naturalmente querido pelo povo, se dava muito bem com as multidões, com a juventude. Por isso, sua morte gerou grande comoção no mundo católico, mas não só, e isso levou as pessoas a fazerem este pedido na Praça São Pedro. Ache que refletia o que era o ‘sentir’ da Igreja: estamos diante de um homem santo, alguém que viveu o significado da santidade profundamente”, disse o representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) na beatificação de João Paulo II, cardeal dom Odilo Pedro Scherer.

CNBB

Santo Subito (santo agora)!

Fiel passa diante de imenso retrato do Papa João Paulo II na Cracóvia, Polônia.

Foto: Bela Szandelszky / AP

Cerimônia de beatificação de João Paulo II estará ao vivo no Youtube

caixao de João Paulo II foi exumado nesta sexta-feira, 29, da cripta da Basílica de São Pedro. foto: AP

A Televisão Vaticana e a Rádio Vaticana anunciaram hoje que a cerimônia de beatificação do papa João Paulo II poderá ser assistida ao vivo pelo YouTube no domingo, 1 de maio, das 9h às 12h45.

A cobertura poderá ser acessada para o link em que são transmitidos todos os principais eventos ao vivo, http://www.youtube.com/live, e também ao vivo pelo canal YouTube criado pelo Vaticano para as celebrações da beatificação de João Paulo II, http://www.youtube.com/giovannipaoloii, onde constam centenas de vídeos que documentam seu pontificado.

Esta programação se soma à difusão da cerimônia através do serviço de vídeo do Vaticano, http://www.vatican.va/video, disponível em vários sites católicos.

“Estamos felizes com este novo serviço de streaming oferecido pelo YouTube que nos dá a possibilidade de difundir ainda mais um importante evento histórico como a beatificação de João Paulo II”, apontou o padre Lombardi, porta-voz do Vaticano, em um comunicado difundido hoje pelo YouTube.

“Por mais de dois anos o Vaticano compartilhou constantemente as suas mensagens no YouTube”, informou Patrick Walker, responsável pela sociedade do site.

“O live stream de domingo no YouTube, permitirá a todas as pessoas que tiverem a possibilidade de assistir pessoalmente a cerimônia de beatificação de [Karol] Joseph Wojtyla de realizar uma peregrinação virtual na Basílica de São Pedro e, desta forma, fazer parte de um evento que entrará na História”, disse ele.

ANSA

A intercessão dos Santos

Desde os primeiros séculos de sua existência, a Igreja Católica sempre ensinou e estimulou os cristãos a recorrer à intercessão dos santos, Por meio de suas vidas, os santos testemunharam o evangelho, fazendo-o saltar do papel para a vida de forma poderosa e transformadora, sendo assim, verdadeiras estrelas-guias para um mundo mergulhado na escuridão do pecado.

Muitos pensam que os santos são pessoas que, desde a sua concepção foram preservados do pecado como Nossa Senhora e Jesus, que viveram uma vida totalmente correta, não foram tentados a pecar, nem sofreram com as doenças, pobreza, fome e coisas que são comuns a cada um de nós.

Engana-se quem pensa assim, pois eles passaram por tudo isso e até muito mais. Jesus disse “no mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo” (Jo 16,33), portanto os santos foram e são iguais a nós, a diferença é que eles assumiram radicalmente o que Deus pede:

“À maneira de filhos obedientes, já não vos amoldeis aos desejos que tínheis antes, no tempo da vossa ignorância. A exemplo da santidade daquele que vos chamou, sede também vós santos em todas as vossas ações, pois está escrito: Sede santos, porque eu sou santo. Se invocais como Pai aquele que, sem distinção de pessoas, julga cada um segundo as suas obras, vivei com temor durante o tempo da vossa peregrinação. Porque vós sabeis que não é por bens perecíveis, como a prata e o ouro, que tendes sido resgatados da vossa vã maneira de viver, recebida por tradição de vossos pais, mas pelo precioso sangue de Cristo, o Cordeiro imaculado e sem defeito algum, aquele que foi predestinado antes da criação do mundo e que nos últimos tempos foi manifestado por amor de vós.” (I Pd 1, 14-20)

Há quem creia na intercessão apenas dos vivos, pois se alega que, pelo fato dos santos já terem morrido, não poderão mais ter suas preces atendidas. A intercessão dos santos é encontrada a partir do Antigo Testamento, provando que não é invenção da Igreja Católica como dizem algumas pessoas menos esclarecidas: “Disse-me, então, o Senhor: Mesmo que Moisés e Samuel se apresentassem diante de mim, meu coração não se voltaria para esse povo. Expulsai-o para longe de minha presença! Que se afaste de mim!”(Jr 15, 1).

Observemos que no contexto cronológico, na época em que se refere essa passagem bíblica Moisés e Samuel já estavam mortos, mas Deus revela ao profeta a possibilidade da intercessão de seus servos, porém ela não seria atendida pelo desmerecimento do povo. Outra passagem bíblica que comprova a intercessão dos santos no Antigo Testamento encontra-se no segundo livro de Macabeus: … Narrou-lhes ainda uma visão digna de fé uma espécie de visão que os cumulou de alegria.

Eis o que vira: Onias, que foi sumo sacerdote, homem nobre e bom, modesto em seu aspecto, de caráter ameno, distinto em sua linguagem e exercitado desde menino na prática de todas as virtudes, com as mãos levantadas, orava por todo o povo judeu. Em seguida havia aparecido do mesmo modo um homem com os cabelos todos brancos, de aparência muito venerável, e nimbado por uma admirável e magnífica majestade. Então, tomando a palavra, disse-lhe Onias:

Eis o amigo de seus irmãos, aquele que reza muito pelo povo e pela cidade santa, Jeremias, o profeta de Deus. E Jeremias, estendendo a mão, entregou a Judas uma espada de ouro, e, ao dar-lha, disse: Toma esta santa espada que Deus te concede e com a qual esmagarás os inimigos. (II Mac 15, 11-16). Observe-se também que Onias também já havia falecido.

A intercessão dos Santos se dá justamente pela unidade intima que eles tiveram com Jesus em vida, por meio dos seus atos, palavras e ações como nos diz o Catecismo da Igreja Católica citando a Constituição dogmática Lumen Gentium: “Pelo fato de os habitantes do Céu estarem unidos mais intimamente com Cristo consolidam com mais firmeza na santidade toda a Igreja. Eles não deixam de interceder por nós junto ao Pai…(CIC 956)

Francisco Ribeiro Alves.

(Membro Comprometido da Comunidade Mãe Imaculada)

Divulgados países que sofrem por falta de respeito à liberdade religiosa

A violência contra cristãos no Egito atingiu níveis alarmantes. É a conclusão da Comissão Norte-americana para a liberdade religiosa em seu relatório anual, divulgado ontem. É a primeira vez que a organização – independente – inclui o Egito na lista dos países nos quais a prática religiosa sofre qualquer tipo de impedimento.

A situação no Cairo piorou dramaticamente nos últimos doze meses, seja antes ou depois da deposição do ex-presidente Murabak. Segundo o relatório, a violência contra a minoria coopta, em particular, aumentou. Ainda há o agravante de que as próprias forças do governo participam das perseguições ou, as ignoram.

A Comissão convida o Departamento de Estado Norte-americano a impor ao Egito sanções econômicas que o governo Obama dificilmente acatará.

O relatório revela que a liberdade religiosa em países como Irã, China e Arábia Saudita em 2010 foi ainda menos respeitada, com aumento no número de cristãos perseguidos nesses países.

Na África, o relatório coloca na lista de perseguidos países como Nigéria e Sudão, na Ásia, Coreia do Norte e Paquistão.

Comunidade Shalom

Sábado (30) tem Meia Maratona Tiradentes em Juazeiro

Quatrocentas pessoas devem participar neste sábado (30) da Meia Maratona Tiradentes, que este ano entra na 26ª edição. A largada dos atletas inscritos será às 16h do distrito de Carnaíba do Sertão com ponto de chegada na orla de Juazeiro.

O evento desportivo em homenagem ao mártir da Inconfidência Mineira vai oferecer R$ 50 em prêmios, troféus e medalhas para os atletas que disputam em 26 categorias.

No mesmo dia também ocorrerá a Mini Maratona com percurso de5 kmpara atletas de ambos os sexos com idade mínima de 14 anos. A maratona infanto-juvenil sairá do Sesi e será encerrada também na orla fluvial.

Órgãos como SAMU, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar, vão fornecer ambulâncias de plantão e policiamento ostensivo em todo o percurso, respectivamente.